Fé | "A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices."

"A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices."

(Salmos 19 : 7)



Prova bíblica que o Messias já veio

September 21st, 2016

O livro bíblico de Daniel, mais especificamente Daniel 9 : 24, revela que setenta semanas de anos estavam determinadas para expiar os pecados de Israel e para ungir o Santíssimo.

O verso seguinte mostra até mesmo quando a contagem deste tempo teria seu inicio e revela que o Messias viria dentro deste intervalo de tempo: “Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas em tempos angustiosos.” (Daniel 9 : 25)

69 x 7 = 434 anos

Sabemos que a ordem para edificar Jerusalém foi dada no final do término dos 70 anos de exílio na Babilônia; Se fizermos as contas usando os 434 anos veremos que o Messias já deveria ter vindo, e não somente isso: coincide com o tempo de Yeshua.

Ou seja, o Messias (ungido) já veio, isto é indiscutível, pois é provado pelo livro de Daniel.

Agora, por que o nome de Yeshua foi o único proclamado em todo o mundo? Nenhum outro nome foi conhecido no mundo inteiro e sabemos com toda certeza, pela própria revelação bíblica, que:

1) O Eterno tem todo poder, e nada acontece sem sua permissão.

2) Como exposto acima, o Messias já teria que ter vindo e incrivelmente coincide com o mesmo tempo de Yeshua.

Isto mostra que Yeshua é o messias. É só fazer um paralelo entre a história e a revelação de Daniel. Isso para não falar de diversas outras passagens bíblicas;

Um abraço!

esperança

August 24th, 2016

Yeshua, salva-me! Guarda-me e roga ao pai por mim, que sou pecador;
Tu és perfeito em teus caminhos, e eu te busco, O caminho a verdade e a vida;
Guia-me pelas veredas da justiça por amor do teu nome, renova em mim a alegria da minha salvação,
Eu invoco o teu nome, vem em meu socorro, ó Altíssimo.
Quando o Senhor esteve aqui muitos levantaram acusações contra Ele, mesmo sendo Ele perfeito e nunca havendo pecado;
Ó Senhor, não faltam acusadores contra mim, mas a justiça verdadeira vem somente do Senhor, que conhece e pesa as intenções dos corações dos homens.

Vem em meu socorro, porque só o Senhor é a minha força e só em Ti confio;

Inimigos zombam de mim e dizem que não há salvação para mim, mas Tu és a minha esperança e a minha salvação.

Espero em Ti.

Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo!

August 8th, 2016

“Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?” (Romanos 10 : 14)

JOÃO 1
1 NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
2 Ele estava no princípio com Deus.
3 Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.
4 Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.
5 E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.
6 Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.
7 Este veio para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele.
8 Não era ele a luz, mas para que testificasse da luz.
9 Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
10 Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.
11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;
13 Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.
14 E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.
15 João testificou dele, e clamou, dizendo: Este era aquele de quem eu dizia: O que vem após mim é antes de mim, porque foi primeiro do que eu.
16 E todos nós recebemos também da sua plenitude, e graça por graça.
17 Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.
18 Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou.
19 E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu?
20 E confessou, e não negou; confessou: Eu não sou o Cristo.
21 E perguntaram-lhe: Então quê? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu profeta? E respondeu: Não.
22 Disseram-lhe pois: Quem és? para que demos resposta àqueles que nos enviaram; que dizes de ti mesmo?
23 Disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías.
24 E os que tinham sido enviados eram dos fariseus.
25 E perguntaram-lhe, e disseram-lhe: Por que batizas, pois, se tu não és o Cristo, nem Elias, nem o profeta?
26 João respondeu-lhes, dizendo: Eu batizo com água; mas no meio de vós está um a quem vós não conheceis.
27 Este é aquele que vem após mim, que é antes de mim, do qual eu não sou digno de desatar a correia da alparca.
28 Estas coisas aconteceram em Betânia, do outro lado do Jordão, onde João estava batizando.
29 No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.
30 Este é aquele do qual eu disse: Após mim vem um homem que é antes de mim, porque foi primeiro do que eu.
31 E eu não o conhecia; mas, para que ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso, batizando com água.
32 E João testificou, dizendo: Eu vi o Espírito descer do céu como pomba, e repousar sobre ele.
33 E eu não o conhecia, mas o que me mandou a batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo.
34 E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus.
35 No dia seguinte João estava outra vez ali, e dois dos seus discípulos;
36 E, vendo passar a Jesus, disse: Eis aqui o Cordeiro de Deus.
37 E os dois discípulos ouviram-no dizer isto, e seguiram a Jesus.
38 E Jesus, voltando-se e vendo que eles o seguiam, disse-lhes: Que buscais? E eles disseram: Rabi (que, traduzido, quer dizer Mestre), onde moras?
39 Ele lhes disse: Vinde, e vede. Foram, e viram onde morava, e ficaram com ele aquele dia; e era já quase a hora décima.
40 Era André, irmão de Simão Pedro, um dos dois que ouviram aquilo de João, e o haviam seguido.
41 Este achou primeiro a seu irmão Simão, e disse-lhe: Achamos o Messias (que, traduzido, é o Cristo).
42 E levou-o a Jesus. E, olhando Jesus para ele, disse: Tu és Simão, filho de Jonas; tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro).
43 No dia seguinte quis Jesus ir à Galiléia, e achou a Filipe, e disse-lhe: Segue-me.
44 E Filipe era de Betsaida, cidade de André e de Pedro.

Um só Deus, Um só Senhor

April 2nd, 2016

Em 1 Coríntios, capítulo 8, verso 6, Paulo escreve:

todavia, para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo pelo qual são todas as coisas, e nós também por ele.

Quem era Paulo? Para entender a mente de Paulo é necessário saber onde ele nasceu, como ele viveu, sua cultura:

No livro de Atos, capítulo 22, verso 3 temos uma idéia mais precisa da cultura de Paulo:

“Quanto a mim, sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia, e nesta cidade criado aos pés de Gamaliel, instruído conforme a verdade da lei de nossos pais, zeloso de Deus, como todos vós hoje sois.”

Quem era Gamaliel:

“Mas, levantando-se no conselho um certo fariseu, chamado Gamaliel, doutor da lei, venerado por todo o povo, mandou que por um pouco levassem para fora os apóstolos;”

Paulo teve uma mudança radical em sua vida, ao ponto de ter seu nome mudado de Saulo, para Paulo;

Vejamos qual foi o acontecimento que mudou tão drasticamente ao outrora perseguidor:

 

1  E SAULO, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do SENHOR, dirigiu-se ao sumo sacerdote.
2  E pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns daquela seita, quer homens quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém.
3  E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu.
4  E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?
5  E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.

6  E ele, tremendo e atônito, disse: Senhor, que queres que eu faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer.
7  E os homens, que iam com ele, pararam espantados, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém.
E Saulo levantou-se da terra, e, abrindo os olhos, não via a ninguém. E, guiando-o pela mão, o conduziram a Damasco.
9  E esteve três dias sem ver, e não comeu nem bebeu.
10  E havia em Damasco um certo discípulo chamado Ananias; e disse-lhe o Senhor em visão: Ananias! E ele respondeu: Eis-me aqui, Senhor.
11  E disse-lhe o Senhor: Levantate, e vai à rua chamada Direita, e pergunta em casa de Judas por um homem de Tarso chamado Saulo; pois eis que ele está orando;
12  E numa visão ele viu que entrava um homem chamado Ananias, e punha sobre ele a mão, para que tornasse a ver.
13  E respondeu Ananias: Senhor, a muitos ouvi acerca deste homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém;
14  E aqui tem poder dos principais dos sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome.
15  Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel.
16  E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome.

 

Veja o que transformou o homem educado aos pés de Gamaliel, o perseguidor dos seguidores de Yeshua!

Agora você pode compreender melhor o que Paulo estava realmente querendo dizer quando escreveu:

todavia, para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo pelo qual são todas as coisas, e nós também por ele.

Quem chamou Samuel pelo nome?

Quem revelou a Daniel os sonhos do rei?

Quem é que revela os mistérios?

Quem é o único Senhor?

Quem é o único Salvador?

Quem é o juiz de toda a terra?

“Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único SENHOR.”  (Deuteronômio 6 : 4)

“Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; mas aquele que confessa o Filho, tem também o Pai.”  (I João 2 : 23)

Portanto eis aí o núcleo do evangelho, crer em Yeshua; Ele é a pedra fundamental, Ele é o início, o meio e o fim, o alicerce, em quem fundamentamos a nossa fé;

Não existe evangelho paralelo! Não existe outro Senhor! Não existe outro Salvador!

Saulo, sendo educado aos pés de Gamaliel, o doutor da lei, conhecia muito bem esta passagem da profecia de Isaías:

Por mim mesmo tenho jurado, já saiu da minha boca a palavra de justiça, e não tornará atrás; que diante de mim se dobrará todo o joelho, e por mim jurará toda a língua.”  (Isaías 45 : 23)

Agora que você conhece Paulo, podemos compreender melhor a fé que ele tinha no Senhor quando escreveu em Filipenses 2:10:

“Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,  E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o SENHOR, para glória de Deus Pai.”

 

 

As parábolas

November 21st, 2015

Salmo 78: 2

Jesus alimentando e ensinando a multidão
1 ESCUTAI a minha lei, povo meu; inclinai os vossos ouvidos às palavras da minha boca.
2 Abrirei a minha boca numa parábola; falarei enigmas da antiguidade.

“Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta, que disse: Abrirei em parábolas a minha boca; Publicarei coisas ocultas desde a fundação do mundo.” (Mateus 13 : 35)

A parábola dos Dois Filhos

(Mateus 21:28)

Mas, que vos parece? Um homem tinha dois filhos, e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho, vai trabalhar hoje na minha vinha.
Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas depois, arrependendo-se, foi.30 E, dirigindo-se ao segundo, falou-lhe de igual modo; e, respondendo ele, disse: Eu vou, senhor; e não foi.
Qual dos dois fez a vontade do pai? Disseram-lhe eles: O primeiro. Disse-lhes Jesus: Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no reino de Deus.
Porque João veio a vós para lhes mostrar o caminho da justiça, e não o crestes, mas os publicanos e as meretrizes o creram; vós, porém, vendo isto, nem depois vos arrependestes para o crer.

A parábola dos Lavradores

(Mateus 21:33)

Ouvi, ainda, outra parábola: Houve um homem, pai de família, que plantou uma vinha, e circundou-a de um valado, e construiu nela um lagar, e edificou uma torre, e arrendou-a a uns lavradores, e ausentou-se para longe.
E, chegando o tempo dos frutos, enviou os seus servos aos lavradores, para receber os seus frutos.
E os lavradores, apoderando-se dos servos, feriram um, mataram outro, e apedrejaram outro.
Depois enviou outros servos, em maior número do que os primeiros; e eles fizeram-lhes o mesmo.
E, por último, enviou-lhes seu filho, dizendo: Terão respeito a meu filho.
Mas os lavradores, vendo o filho, disseram entre si: Este é o herdeiro; vinde, matemo-lo, e apoderemo-nos da sua herança.
E, lançando mão dele, o arrastaram para fora da vinha, e o mataram.
Quando, pois, vier o senhor da vinha, que fará àqueles lavradores?
Dizem-lhe eles: Dará afrontosa morte aos maus, e arrendará a vinha a outros lavradores, que a seu tempo lhe dêem os frutos.
Diz-lhes Jesus: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra, que os edificadores rejeitaram, Essa foi posta por pedra de esquina; Pelo Senhor foi feito isto, E é maravilhoso aos nossos olhos?
Portanto, eu vos digo que o reino de Deus vos será tirado, e será dado a uma nação que dê os seus frutos.
E, quem cair sobre esta pedra, despedaçar-se-á; e aquele sobre quem ela cair ficará reduzido a pó.
E os príncipes dos sacerdotes e os fariseus, ouvindo estas palavras, entenderam que falava deles;
E, pretendendo prendê-lo, recearam o povo, porquanto o tinham por profeta.

Jesus veio em cumprimento às escrituras; O velho e o novo testamento não são desligados um do outro, o novo é cumprimento do velho e uma extensão dele;

“A pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se a cabeça da esquina.” (Salmos 118 : 22)

“Portanto assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu assentei em Sião uma pedra, uma pedra já experimentada, uma preciosa pedra angular, para alicerce seguro; aquele que confia jamais será abalado.” (Isaías 28 : 16)

Os edificadores, são a nação de Israel; João batista veio testificando de Jesus Cristo, indicando o caminho! Ele pregou o batismo de arrependimento e indicou o caminho como sendo o próprio Senhor Jesus Cristo (Yeshua Hamashiach).

De modo que o núcleo do ensinamento de João Batista concorda com o ensinamento de Jesus.

Jesus Cristo é a Rocha de esquina, todo aquele que CRER NELE não será confundido. E isto é cumprimento das profecias do velho testamento! O poder da palavra de Deus falada através de seus santos profetas, cumpre-se em Jesus Cristo!

Mas o que aceitar o seu testemunho, esse confirma que Deus é verdadeiro. (João 3:33)

“Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” (João 3 : 18)

CREIA EM JESUS CRISTO

– Sobre a rocha inabalável podemos nos apoiar e confiar, e jamais seremos abalados! A paz do Senhor, sua alegria é a nossa força!

Podemos ter certeza disto da mesma maneira que podemos ter certeza que DEUS É VERDADEIRO, JAMAIS FALHOU, E NUNCA FALHARÁ!

Confiem para sempre no Senhor, pois O Senhor é a rocha eterna. Isaías 26:4

A Videira

August 8th, 2015

A boa árvore produz naturalmente os seus bons frutos não sendo necessário
esforço por parte da árvore para produzí-los, na verdade é impossível
uma árvore boa produzir um fruto mal, da mesma maneira, é impossível
uma árvore má produzir um fruto bom.

Jesus Cristo utilizou esta analogia, a parábola da árvore e seus frutos
para ilustrar uma importante verdade espiritual, fundamental em nossa caminhada
com o Senhor.

Quando em conexão com todos os ensinamentos de Jesus Cristo percebemos
que nenhum homem é capaz de produzir bons frutos e que a única árvore
capaz de produzir os bons frutos é Jesus Cristo (Yahshua), o Filho de Deus;

Jesus Cristo é a videira verdadeira, e seu Pai é o agricultor.
Todo ramo que produz bom fruto, o Pai o poda e limpa para que dê mais
frutos ainda.

Os ramos que não produzem bons frutos o Pai o corta e lança
fora, mas é impossível não produzir fruto se a seiva da videira
estiver fluindo por dentro do ramo!

Quando um homem é ligado à videira verdadeira esta seiva passa a percorrer
seus ramos e a trazer vida de modo que aquele ramo passa a frutificar
como se fosse a própria videira.

Da mesma maneira que o ramo de uma árvore não seca de imediato ao ser cortado,
um ramo enxertado não passa a frutificar imediatamente, mas é um processo que
vai trazendo vida, de modo que se permanecer ligado a vida brotará!

Um ramo seco jogado ao chão seco e ressecado ao ser enxertado na videira passa a ser revigorado pela seiva
da videira num processo que aos poucos vai trazendo a vida;

Então com o passar dos dias seus ramos começarão a brotar bastando
permanecer conectada à videira verdadeira para receber a sua
seiva, a seu tempo os frutos naturalmente aparecerão!

Nosso esforço é permanecer ligado na videira verdadeira e isto nós fazemos através da fé em Jesus Cristo.

É por este motivo que devemos dedicar-nos para compreender através das escrituras
e dos ensinamentos de Jesus Cristo o que significa estar conectado
à Jesus Cristo e o que Ele espera de nossa parte para que isto aconteça!

A resposta que permeia os ensinamentos de Jesus Cristo e dos seus
apóstolos é unicamente uma: A fé em nosso Senhor e Salvador!

É por meio desta fé que permanecemos ligados à videira verdadeira, que
é Jesus Cristo e devemos não somente possuí-la uma vez, mas devemos permanecer
nela para que estejamos continuamente ligados à videira verdadeira;

É pela graça mediante a fé que somos salvos e isto não vem de nós é dom
de Deus para que ninguém se glorie.

Mas porque então existem tantos que dizem ter fé e não frutificam conforme
esperado?

A palavra “fé” é muito vaga e sozinha ela tem um significado muito amplo;
A fé pode estar depositada em pessoas, objetos, amuletos, elementos
da natureza, conceitos, religiões, astrologia, poder da ciência, na própria
força, na capacidade intelectual, extra-terrestres, espíritos, anjos, Maria,
enfim, uma infinidade de objetos, conceitos, idéias;

Pode-se até mesmo ter fé em Deus, crer que Ele é o criador de todas as coisas, mas
ainda assim não estar firmado na rocha da salvação!

Pois existe uma única fé que apresenta poder real para salvar:
A fé em Jesus Cristo; Ele é o Caminho e ninguém chega ao Pai se não for por Ele!

Ainda assim, a fé em nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo não é aquela criada
em sua imaginação, esta fé deverá estar em acordo com os ensinamentos
das escrituras sagradas: é necessário conhecer o Senhor Jesus Cristo,
saber quem Ele é, e isto só é possível estudando as escrituras.

O Senhor disse: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” .. “Eu sou o
Caminho, a Verdade e a Vida” .. “AQUELE QUE CRER EM MIM COMO DIZEM AS ESCRITURAS
do seu interior fluirão rios de água viva”

Veja a necessidade de crer em Jesus Cristo como dizem as escrituras e não
de qualquer maneira!

A fé vem por ouvir as escrituras; Leia, estude, medite nelas e a fé naturalmente virá!

“Olhai as escrituras pois acreditais ter nelas a vida eterna e são elas que testificam
de mim” – disse o Senhor.

A PEDRA QUE OS EDIFICADORES REJEITARAM, ESTA FOI COLOCADA COMO PEDRA ANGULAR,
PEDRA PRINCIPAL E NINGUÉM PODE LANÇAR OUTRO FUNDAMENTO ALÉM DO QUAL JÁ FOI POSTO!

Esta fé é tão poderosa, que mesmo do tamanho de um grão de mostarda, é capaz de
remover montanhas.

Nenhuma outra fé tem este poder pois há um único caminho e á um único nome dado
entre os homens que é capaz de salvar: Yahshua Hamashia – o messias. O Filho
de Deus, raiz de Davi, Deus forte, Emanuel, Pai da eternidade, príncipe da paz,
estrela da manhã, Maravilhoso, Conselheiro, Alfa e Ômega, o Todo poderoso;

“E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos
o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo.
Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.” (I João 5 : 20)